Search
Close this search box.

Tribunal de Justiça do Estado da Bahia

Mostra de arte marca ações da I Semana de Promoção e Defesa dos Direitos da População LGBTQIAPN+ do TJBA: “Produzindo vida e celebrando direitos”

Somando as atividades da 1ª Semana de Promoção e Defesa dos Direitos da População LGBTQIAPN+ do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), a sede da Corte transforma o seu átrio em um espaço de expressão cultural. Até 28/06, o público pode apreciar a exposição “Transgeneridades Negras”.   

Os artistas – Bruno Santana, Dante Tular e Kin Bissents – exploram temas que permeiam o universo LGBTQIAPN+, mediante fotografias, artes plásticas e audiovisuais, ampliando o debate e promovendo a inclusão.  

Kin Bissents (mulher trans), cujo trabalho é centrado na pesquisa de fenótipos, ancestralidade e interseccionalidade, apresenta diversificadas criações. Ela utiliza as tecnologias digitais, métodos tradicionais como Nanquim e a técnica milenar egípcia Temperaúva. Ouça a fala da artista sobre as suas obras:  

Dante (@sayt4n) é um multiartista nascido em Salvador (Bahia) e criado no sertão do sudoeste baiano, na cidade de Caculé, homem trans negro e fabricante de entidades imaginárias de tinta, explica o processo artístico e ideológico por trás das criações. “A arte, para mim, é uma ferramenta de luta e expressão”, destaca. Ouça a declaração do artista sobre o seu processo criativo:   

“Achei bem interessantes a técnica e a proposta, pois são diferentes e inovadoras”, pontuou Lillian Carvalho, Coordenadora de Ações Estratégicas do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), visitante da exibição.  

A ação conta, também, com obras de arte de Bruno, professor, pesquisador, poeta, escritor, umbandista, soteropolitano e transativista negro pelos coletivos Transbatukada, Fórum Trans da Bahia e ManifestA ColetivA. Ele é licenciado em Educação Física pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), pós-graduado em Gênero, Diversidade e Direitos Humanos pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB). Além disso, é idealizador do arquivo Transencruzilhadas da Memória e um dos organizadores e autores do livro Transmasculinidades Negras Brasileiras: Narrativas Plurais em Primeira Pessoa.     

A SEMANA      

Uma iniciativa da Comissão para a Promoção de Igualdade e Políticas Afirmativas em questões de Gênero e Orientação Sexual do TJBA (COGEN), com o apoio da Universidade Corporativa Ministro Hermes Lima (Unicorp-TJBA), a Semana busca trazer para o âmbito do Judiciário baiano o debate sobre pautas da comunidade LGBTQIAPN+. 

À frente da COGEN, a Juíza Maria Angélica Matos destaca que o evento objetiva “aumentar a conscientização sobre as experiências e os desafios enfrentados pela comunidade LGBTQIAPN+, promover a empatia e fornecer orientações sobre como criar um ambiente inclusivo”.     

Com a realização da Semana, a Comissão reforça o seu compromisso de discutir políticas afirmativas com vistas ao combate de qualquer tipo de discriminação e, sobretudo, de promover ações para sensibilização, garantia de direitos, humanização e valorização das vidas LGBTQIAPN+.            

Saiba mais  

Descrição da imagem: artistas no átrio do TJBA {Fim da descrição}. 

#pratodosverem #pracegover



Picture of Redação O Fator Brasil

Redação O Fator Brasil

O Fator Brasil é um portal de notícias que acredita no Jornalismo comprometido com a verdade dos fatos e com a ética, trazendo sempre os principais acontecimentos do Espírito Santo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Este sábado (13) é a data em que se comemora o Dia Mundial do Rock. Durante o Live Aid 1985, festival beneficente para arrecadar dinheiro no combate à fome na Etiópia, Phil Collins falou do desejo de que aquele fosse o dia mundial do rock. A data, porém, não é tão mundial assim. Na Inglaterra e nos Estados Unidos, isso não é tão levado sério. No Brasil, o “dia mundial” se consolidou após rádios de rock citarem muito a comemoração.

O Paysandu recebe o Ceará nesta sexta-feira (12), no estádio da Curuzu, em partida válida pela 15ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O Papão ocupa a 15ª colocação com 17 pontos, enquanto o Vozão é o 11º com 19 pontos. Confira a seguir onde assistir Paysandu x Ceará ao vivo.

Como chegam os times

Após um início terrível, a equipe Bicolor vem em um momento de recuperação. Na rodada passada, o Papão visitou o Coritiba no Couto Pereira e ficou apenas no empate por 1 a 1. Nicolas abriu o placar para o Lobo, mas Lucas Ronier igualou para os donos da casa.

Com isso, o Paysandu chegou a cinco partidas sem perder na competição, com duas vitórias e três empates, e abriu quatro pontos de distância da zona de rebaixamento. O problema da equipe paraense é a dificuldade em vencer dentro de casa, já que o Papão tem uma vitória e cinco empates na Curuzu.

Para a partida, o técnico Hélio dos Anjos desfalca a equipe após receber os cartões amarelo e vermelho na rodada anterior. Além dele, o zagueiro Wanderson também está no gancho por acúmulo de cartões. Entretanto, o meia João Vieira volta ao time após cumprir suspensão.

Do lado do Ceará, o técnico Léo Condé não contará com o meia Lourenço, que levou o terceiro cartão amarelo. Em compensação, o meia Recalde e o atacante Facundo Barceló voltam de contusão, enquanto o atacante Facundo Castro é dúvida.

Na rodada passada, mesmo com um jogador a mais durante metade do segundo tempo, o Vozão recebeu o Santos na Arena Castelão e perdeu por 1 a 0. Otero marcou o gol da vitória que colocou o Peixe de volta à liderança da Série B.

Com esse resultado, o Alvinegro de Porangabuçu tem agora apenas uma vitória em seis jogos na Série B. Consequentemente, a equipe caiu para a metade de baixo da tabela, após figurar no G-4 algumas rodadas atrás.

Onde assistir Paysandu x Ceará

O duelo entre Paysandu e Ceará no estádio da Curuzu começa às 21h30, no horário de Brasília, com transmissão ao vivo de Sportv (TV fechada) e Premiere (pay-per-view).

Assine a newsletter do Giz Brasil

Tendência