Search
Close this search box.

Devotos celebram São João com festa junina e fé em paróquia do Sudoeste

Os devotos de São João se reuniram, ontem, em uma festa junina na Paróquia São Pio de Pietrelcina, no Sudoeste, para honrar o “Santo Festeiro”. Em meio às cores das bandeirinhas, a comunidade se uniu para aproveitar o último dia de programação da paróquia com muita brincadeira, jogos, comida e, claro, muita comida.

O dia de São João é comemorado hoje para lembrar o nascimento de João Batista, o profeta que previu o nascimento de Jesus Cristo e faz parte do calendário da igreja católica. Devota do santo, a enfermeira Mônica Libardi, 59 anos, ressalta que se dedica a preparar às comidas típicas após ter encontrado esperança e fé em São João. Ela era uma das responsáveis pela barraquinha dos doces.

“A Paróquia São Pio é a construção da minha vida, além da vida das minhas filhas. O que a construção de São Pio fez em nossas vidas não tem preço. E o hoje estamos retribuindo em prol da construção da basílica”, conta. O dinheiro arrecadado na festa será usado na obra do novo templo.

“São João Batista, apóstolo, foi o primeiro a entender a missão de Jesus Cristo. Ele continuou pregando isso dentro do seu coração. Ele tinha essa fé brilhante sobre quem é Jesus Cristo. Através dele, eu me entendo e peço que a cada dia ele aumente a minha fé, para que eu possa servir a São Pio e a ele próprio também”, disse.

A professora Karine Guedes, 52 anos, coordenadora da festa junina na igreja, destacou que a paróquia está arrecadando fundos para a reforma da igreja, considerado um esteio da Casa de São Pio de Pietrelcina, na Itália. O sacerdote católico era um devoto fervoroso de São João, o que motivou a admiração de Karine pelo “Santo Festeiro”.

“São Pio era um homem tão dedicado a Deus que também cultivava devoção por São João e Nossa Senhora. Ele seguia os exemplos dos discípulos de Jesus, ensinando-nos a fazer o mesmo aqui, através do atendimento aos mais carentes, dos grupos de oração, entre outras iniciativas”, lembrou.



  • 23/06/2024 Crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press. Brasil. Brasília – DF – Arraiá da Paróquia São Pio no Sudoeste.
    Marcelo Ferreira/CB/D.A Press



  •  23/06/2024 Crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press. Brasil. Brasília - DF - Arraiá da Paróquia São Pio no Sudoeste. Cassia Povolá.

    23/06/2024 Crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press. Brasil. Brasília – DF – Arraiá da Paróquia São Pio no Sudoeste. Cassia Povolá.
    Marcelo Ferreira/CB/D.A Press



  • Padre Fernando Alves diz que as festas juninas promovem a união da comunidade

    Padre Fernando Alves diz que as festas juninas promovem a união da comunidade
    Marcelo Ferreira/CB/D.A Press



  •  Mônica Libardi e Karine Guedes juntas na barraquinha dos doces para ajudar a igreja

    Mônica Libardi e Karine Guedes juntas na barraquinha dos doces para ajudar a igreja
    Fotos: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press


As festas juninas eram tradições bastante populares em Portugal e Espanha, e os portugueses as trouxeram durante a colonização, assim como outras tradições. Inicialmente, a festa era conhecida como Festa Joanina, em referência a São João, mas ao longo dos anos teve o nome alterado para festa junina, por ocorrer em junho. “É uma festa folclórica. Sou devota de São Pio e também de São João. É importante termos esse momento de fé para celebrar algo tão bonito que é feito aqui na paróquia. Frequento aqui todos os anos e fico muito feliz em poder estar aqui pregando a união e também colaborando com a construção da igreja”, celebrou.

Tradição

As festividades da paróquia no Sudoeste começaram na sexta-feira. O padre Fernando Alves enfatizou que as histórias de pessoas devotas a São João não apenas ilustram a profundidade da fé religiosa, mas também destacam a importância das festas juninas como um momento de união, seguindo também o que Pio de Pietrelcina pregava.

“Estamos celebrando os santos e toda essa tradição, como as comidas típicas, as bandeiras e os trajes, representam um pouco do nosso modo de celebrar. Nossa paróquia começou com uma simples festinha e hoje cresceu bastante. Este é um momento crucial, pois além de ser uma festa tradicional, nos permite arrecadar fundos para a construção do nosso santuário. É um momento de grande união, e é isso que buscamos”, comemorou.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Picture of Redação O Fator Brasil

Redação O Fator Brasil

O Fator Brasil é um portal de notícias que acredita no Jornalismo comprometido com a verdade dos fatos e com a ética, trazendo sempre os principais acontecimentos do Espírito Santo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Este sábado (13) é a data em que se comemora o Dia Mundial do Rock. Durante o Live Aid 1985, festival beneficente para arrecadar dinheiro no combate à fome na Etiópia, Phil Collins falou do desejo de que aquele fosse o dia mundial do rock. A data, porém, não é tão mundial assim. Na Inglaterra e nos Estados Unidos, isso não é tão levado sério. No Brasil, o “dia mundial” se consolidou após rádios de rock citarem muito a comemoração.

O Paysandu recebe o Ceará nesta sexta-feira (12), no estádio da Curuzu, em partida válida pela 15ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O Papão ocupa a 15ª colocação com 17 pontos, enquanto o Vozão é o 11º com 19 pontos. Confira a seguir onde assistir Paysandu x Ceará ao vivo.

Como chegam os times

Após um início terrível, a equipe Bicolor vem em um momento de recuperação. Na rodada passada, o Papão visitou o Coritiba no Couto Pereira e ficou apenas no empate por 1 a 1. Nicolas abriu o placar para o Lobo, mas Lucas Ronier igualou para os donos da casa.

Com isso, o Paysandu chegou a cinco partidas sem perder na competição, com duas vitórias e três empates, e abriu quatro pontos de distância da zona de rebaixamento. O problema da equipe paraense é a dificuldade em vencer dentro de casa, já que o Papão tem uma vitória e cinco empates na Curuzu.

Para a partida, o técnico Hélio dos Anjos desfalca a equipe após receber os cartões amarelo e vermelho na rodada anterior. Além dele, o zagueiro Wanderson também está no gancho por acúmulo de cartões. Entretanto, o meia João Vieira volta ao time após cumprir suspensão.

Do lado do Ceará, o técnico Léo Condé não contará com o meia Lourenço, que levou o terceiro cartão amarelo. Em compensação, o meia Recalde e o atacante Facundo Barceló voltam de contusão, enquanto o atacante Facundo Castro é dúvida.

Na rodada passada, mesmo com um jogador a mais durante metade do segundo tempo, o Vozão recebeu o Santos na Arena Castelão e perdeu por 1 a 0. Otero marcou o gol da vitória que colocou o Peixe de volta à liderança da Série B.

Com esse resultado, o Alvinegro de Porangabuçu tem agora apenas uma vitória em seis jogos na Série B. Consequentemente, a equipe caiu para a metade de baixo da tabela, após figurar no G-4 algumas rodadas atrás.

Onde assistir Paysandu x Ceará

O duelo entre Paysandu e Ceará no estádio da Curuzu começa às 21h30, no horário de Brasília, com transmissão ao vivo de Sportv (TV fechada) e Premiere (pay-per-view).

Assine a newsletter do Giz Brasil

Tendência