Search
Close this search box.

Callegari quer o fim da cobrança da apresentação do cartão de vacina contra a covid-19

Projeto de autoria do deputado tramita na Assembleia e teve o pedido de regime de urgência aprovado.

No último dia 07, o plenário da Assembleia Legislativa do Espírito Santo aprovou o pedido de regime de urgência do Projeto 950/2023, que proíbe a exigência da apresentação do cartão de vacinação contra a Covid-19 para acessar locais públicos ou privados em todo território capixaba.

O pedido de regime de urgência coincide com a divulgação da gigante farmacêutica AstraZeneca, que na última quarta-feira (08/05) anunciou que deixará de produzir sua vacina contra a Covid, fabricada no Brasil em parceria com a Fiocruz. A fabricante também reconheceu que a vacina para combater o coronavírus pode causar efeitos colaterais, como coágulo sanguíneo e trombose. Por essa razão, a
empresa é alvo de uma ação coletiva na Inglaterra, na qual 51 famílias pedem uma indenização aproximadamente de 700 milhões de reais.

Sobre o projeto, o deputado Callegari comemorou a aprovação do regime de urgência e disse que passou da hora de acabar com esse cerceamento: “Já passou da hora de aprovarmos essa medida. É bom que todos saibam que não existe nenhuma lei que obrigue os pais a vacinarem seus filhos, o que existe é um calendário nacional de vacinação, no qual os pais têm a responsabilidade de vacinar seus filhos, sob pena de responder processo de abandono de incapaz. No âmbito escolar, essa medida fez com que muitas prefeituras e o próprio Ministério Público pressionasse os pais de alunos a apresentarem o cartão de vacina, contendo a vacina contra a Covid-19, como aconteceu na rede municipal de ensino do município de Cachoeiro de Itapemirim”.

O parlamentar ressaltou que não é contra as vacinas contidas no calendário vacinal, seu projeto é exclusivamente contra a cobrança da apresentação do cartão de vacinas para acessar os espaços públicos e privados no território capixaba: “Não sou contrário as vacinas mundialmente reconhecidas e que ajudaram o país a erradicar doenças ameaçadoras, como sarampo, rubéola e a paralisia infantil, sou contra esses experimentos vacinais que, sem a devida ciência e cuidado, pode comprometer a integridade física e a saúde da população, essa é a diferença”, destacou.

A iniciativa do deputado estadual Wellington Callegari (PL), junta-se aos projetos dos deputados Lucas Polese (PL), Capitão Assumção (PL) e Coronel Weliton (PTB) que possuem teor semelhante, pedindo o fim da obrigatoriedade. Atualmente, o projeto encontra-se na Secretaria Geral da Mesa da Assembleia, aguardando a liberação do Presidente Marcelo Santos para entrar na pauta de votação.

Os dois votos contrários à aprovação do regime de urgência foram das deputadas Camila Valadão (Psol) e Iriny Lopes (PT).

Picture of Redação O Fator Brasil

Redação O Fator Brasil

O Fator Brasil é um portal de notícias que acredita no Jornalismo comprometido com a verdade dos fatos e com a ética, trazendo sempre os principais acontecimentos do Espírito Santo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Este sábado (13) é a data em que se comemora o Dia Mundial do Rock. Durante o Live Aid 1985, festival beneficente para arrecadar dinheiro no combate à fome na Etiópia, Phil Collins falou do desejo de que aquele fosse o dia mundial do rock. A data, porém, não é tão mundial assim. Na Inglaterra e nos Estados Unidos, isso não é tão levado sério. No Brasil, o “dia mundial” se consolidou após rádios de rock citarem muito a comemoração.

O Paysandu recebe o Ceará nesta sexta-feira (12), no estádio da Curuzu, em partida válida pela 15ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O Papão ocupa a 15ª colocação com 17 pontos, enquanto o Vozão é o 11º com 19 pontos. Confira a seguir onde assistir Paysandu x Ceará ao vivo.

Como chegam os times

Após um início terrível, a equipe Bicolor vem em um momento de recuperação. Na rodada passada, o Papão visitou o Coritiba no Couto Pereira e ficou apenas no empate por 1 a 1. Nicolas abriu o placar para o Lobo, mas Lucas Ronier igualou para os donos da casa.

Com isso, o Paysandu chegou a cinco partidas sem perder na competição, com duas vitórias e três empates, e abriu quatro pontos de distância da zona de rebaixamento. O problema da equipe paraense é a dificuldade em vencer dentro de casa, já que o Papão tem uma vitória e cinco empates na Curuzu.

Para a partida, o técnico Hélio dos Anjos desfalca a equipe após receber os cartões amarelo e vermelho na rodada anterior. Além dele, o zagueiro Wanderson também está no gancho por acúmulo de cartões. Entretanto, o meia João Vieira volta ao time após cumprir suspensão.

Do lado do Ceará, o técnico Léo Condé não contará com o meia Lourenço, que levou o terceiro cartão amarelo. Em compensação, o meia Recalde e o atacante Facundo Barceló voltam de contusão, enquanto o atacante Facundo Castro é dúvida.

Na rodada passada, mesmo com um jogador a mais durante metade do segundo tempo, o Vozão recebeu o Santos na Arena Castelão e perdeu por 1 a 0. Otero marcou o gol da vitória que colocou o Peixe de volta à liderança da Série B.

Com esse resultado, o Alvinegro de Porangabuçu tem agora apenas uma vitória em seis jogos na Série B. Consequentemente, a equipe caiu para a metade de baixo da tabela, após figurar no G-4 algumas rodadas atrás.

Onde assistir Paysandu x Ceará

O duelo entre Paysandu e Ceará no estádio da Curuzu começa às 21h30, no horário de Brasília, com transmissão ao vivo de Sportv (TV fechada) e Premiere (pay-per-view).

Assine a newsletter do Giz Brasil

Tendência