Search
Close this search box.

Ariana Grande – 31 Anos | Ótimas músicas da icônica artista que deveriam ter sido singles

Ariana Grande ganhou fama mundial na adorada série ‘Brilhante Victoria’ ao interpretar Cat Valentine – e, em pouco tempo, tornou-se uma das maiores popstars do século XXI.

Dona de diversas condecorações, incluindo duas estatuetas do Grammy Awards e nada menos que 30 induções ao Livro dos Recordes, Grande foi consagrada como uma das grandes vocalistas de todos os tempos, recebendo notoriedade por seu alcance aplaudível que lhe renderam comparações à lendária Mariah Carey – além de comandar álbuns que caíram no gosto do público e da crítica, quebrando recordes de vendas.

No dia de hoje, 26 de junho, Grande completa 31 anos e, para celebrar seu aniversário, preparamos uma matéria trazendo ótimas músicas da artista que deveriam ter virado singles.

Veja abaixo as nossas escolhas:

“GREEDY”

Álbum: Dangerous Woman

Uma das eras mais memoráveis da discografia de Ariana é, sem sombra de dúvida, ‘Dangerous Woman’. O álbum, lançado em 2016, contou com uma variedade de singles – e o mais interessante é que o teor mercadológico da produção poderia ter transformado todas as faixas em canções promocionais. Esse é o caso de “Greedy”, uma das melhores entradas do compilado de originais que traz uma produção exímia de Max Martin e Ilya Salmanzadeh, vibrando em uma mistura impecável de disco-pop e synth-funk e acompanhada de vocais de tirar o fôlego.

“LET ME LOVE YOU”, feat. Lil Wayne

Álbum: Dangerous Woman

Grande já provou que tem um apreço apaixonante pelo R&B, como visto em seus primeiros álbuns de estúdio – e, quando ela se rende ao gênero, consegue criar mágica com ninguém. É isso o que acontece na subestimada track “Let Me Love You”, uma suave e sensual semi-balada performada ao lado do rapper Lil Wayne, trazendo todos os clássicos elementos de sua identidade sonora à tona (seja a teatralidade com a qual performa, seja o comprometimento com que presenteia os fãs com a música).

Não deixe de assistir:

“BLOODLINE”

Álbum: Thank U, Next

‘Thank U, Next’ se valeu muito do pop e do R&B, além de incríveis incursões trap que dominaram o cenário musical no final dos anos 2010. “bloodline”, nesse espectro, vem com um respiro de originalidade ao apresentar uma construção mais enérgica e latina, movendo-se pelas pulsões do saxofone e dos trompetes em uma maravilhosa narrativa sobre diversão e hedonismo. Não é surpresa que a faixa seja uma das favoritas dos fãs – e que merecia ter se tornado single oficial do álbum.

“MY HAIR”

Álbum: Positions

2020 não teria sido 2020 se Ariana Grande não lançasse mais um álbum de estúdio. Seguindo os passos dos ovacionados ‘Sweetener’ e ‘Thank U, Next’, ‘Positions’ voltou para o R&B clássico da cantora – e trouxe algumas pérolas da música. “my hair” é uma dessas joias que também não tem o reconhecimento que merece, mas que é digna de entrar para nossa lista por sua construção sensual e nostálgica.

“SHUT UP”

Álbum: Positions

‘Positions’ pode não ter feito o sucesso prometido à época de seu lançamento, mas é notável como o álbum sagra-se como um sólido corpo artístico e merecia mais reconhecimento. E, dentre as várias faixas desperdiçadas como singles, “shut up” é uma das que mais chama nossa atenção: a track abre o álbum com uma construção clássica, regada a violinos, violoncelos e as notas minimalistas que um violão que dão o toque final para um confessional solilóquio com múltiplas respostas vindas de todos os lados (e um flerte apaixonante com o gospel que também dá as caras nas faixas seguintes).

“BYE”

Álbum: Eternal Sunshine

Em entrevista à Billboard, a performer afirmou que seu mais recente álbum, ‘Eternal Sunshine’ mergulhava num conceitualismo temático, oferecendo “diferentes peças de uma mesma história, de uma mesma experiência”, abrindo ângulos diferentes de um mesmo eixo narrativo. Nesse espectro, “bye”, cujo título já nos prepara para uma trama envolvendo um término e um livramento que a permite se livrar das amarras de um relacionamento falido, é pautado em menções caprichosas ao trabalho de Giorgio Moroder nos anos 1970 e 1980.

“SUPERNATURAL”

Álbum: Eternal Sunshinse

“supernatural” configura-se comouma semi-balada synth-R&B que arranca uma das rendições mais escrupulosas de Grane, movida a versos como “esse amor está me possuindo, mas eu não me importo” ou “está se apoderando de mim, não quero lutar contra a queda” em um esperançoso prospecto sentimental e uma cândida e envolvente sonoridade.

“I WISH I HATED YOU”

Álbum: Eternal Sunshine

Conforme nos aproximamos das últimas tracks de ‘Eternal Sunshine’, percebemos que a atmosfera alimentada pela cantora adota uma camada mais cinemática, trazendo certos elementos orquestrais em investidas burlescas e minimalistas que se comprimem em melancólicas progressões sem deixar que a conhecida identidade artística de Ariana seja varrida para debaixo do tapete (ainda mais quando paramos para analisar a delicada produção da dilacerante “i wish i hated you”).

Picture of Redação O Fator Brasil

Redação O Fator Brasil

O Fator Brasil é um portal de notícias que acredita no Jornalismo comprometido com a verdade dos fatos e com a ética, trazendo sempre os principais acontecimentos do Espírito Santo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Este sábado (13) é a data em que se comemora o Dia Mundial do Rock. Durante o Live Aid 1985, festival beneficente para arrecadar dinheiro no combate à fome na Etiópia, Phil Collins falou do desejo de que aquele fosse o dia mundial do rock. A data, porém, não é tão mundial assim. Na Inglaterra e nos Estados Unidos, isso não é tão levado sério. No Brasil, o “dia mundial” se consolidou após rádios de rock citarem muito a comemoração.

O Paysandu recebe o Ceará nesta sexta-feira (12), no estádio da Curuzu, em partida válida pela 15ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O Papão ocupa a 15ª colocação com 17 pontos, enquanto o Vozão é o 11º com 19 pontos. Confira a seguir onde assistir Paysandu x Ceará ao vivo.

Como chegam os times

Após um início terrível, a equipe Bicolor vem em um momento de recuperação. Na rodada passada, o Papão visitou o Coritiba no Couto Pereira e ficou apenas no empate por 1 a 1. Nicolas abriu o placar para o Lobo, mas Lucas Ronier igualou para os donos da casa.

Com isso, o Paysandu chegou a cinco partidas sem perder na competição, com duas vitórias e três empates, e abriu quatro pontos de distância da zona de rebaixamento. O problema da equipe paraense é a dificuldade em vencer dentro de casa, já que o Papão tem uma vitória e cinco empates na Curuzu.

Para a partida, o técnico Hélio dos Anjos desfalca a equipe após receber os cartões amarelo e vermelho na rodada anterior. Além dele, o zagueiro Wanderson também está no gancho por acúmulo de cartões. Entretanto, o meia João Vieira volta ao time após cumprir suspensão.

Do lado do Ceará, o técnico Léo Condé não contará com o meia Lourenço, que levou o terceiro cartão amarelo. Em compensação, o meia Recalde e o atacante Facundo Barceló voltam de contusão, enquanto o atacante Facundo Castro é dúvida.

Na rodada passada, mesmo com um jogador a mais durante metade do segundo tempo, o Vozão recebeu o Santos na Arena Castelão e perdeu por 1 a 0. Otero marcou o gol da vitória que colocou o Peixe de volta à liderança da Série B.

Com esse resultado, o Alvinegro de Porangabuçu tem agora apenas uma vitória em seis jogos na Série B. Consequentemente, a equipe caiu para a metade de baixo da tabela, após figurar no G-4 algumas rodadas atrás.

Onde assistir Paysandu x Ceará

O duelo entre Paysandu e Ceará no estádio da Curuzu começa às 21h30, no horário de Brasília, com transmissão ao vivo de Sportv (TV fechada) e Premiere (pay-per-view).

Assine a newsletter do Giz Brasil

Tendência