Conecte-se Conosco

Eleições 2024

Tenente Assis vai apoiar reeleição de Euclério em Cariacica

Redação O Fator Brasil

Publicado

em

Na corrida pela Prefeitura de Cariacica em 2020, Tenente Assis ficou em terceiro lugar, mas desta vez ele não está mirando a cadeira de prefeito. Em vez disso, ele decidiu apoiar o atual prefeito Euclério Sampaio (MDB) em sua busca pela reeleição.

Assis está agora direcionando sua energia para uma candidatura ao cargo de vereador. Ele está em conversas com o prefeito para decidir qual partido seria mais adequado para sua candidatura. Ele quer garantir sua participação desta vez, lembrando o revés que sofreu em 2022, quando seu partido não conseguiu atingir o mínimo de votos necessário para conquistar uma vaga na Câmara Federal.

Apesar de ter conquistado uma quantidade razoável de votos em 2022, totalizando 58.887, Assis não conseguiu garantir uma vaga como deputado federal. Em 2020, na disputa pela prefeitura, ele obteve 11,48% dos votos válidos, enquanto a professora Célia Tavares, que ficou em segundo lugar e avançou para o segundo turno contra Euclério, conquistou 14,04% dos votos válidos.

Por ser membro ativo do Corpo de Bombeiros, Assis não está sujeito aos mesmos prazos que os cidadãos comuns perante a Justiça Eleitoral. Ele tem a liberdade de escolher o partido pelo qual irá concorrer durante as convenções partidárias, que ocorrem entre 20 de julho e 5 de agosto.

“Sou pré-candidato a vereador de Cariacica e estou conversando com alguns partidos. Em 2022, fiquei entre os 10 candidatos à Câmara Federal mais votados do Estado, só não entrei porque o partido não fez legenda. Então, quero ter essa certeza que o partido terá legenda antes de definir”, afirmou o Tenente. Ao que tudo indica o partido escolhido pelo militar será um da base aliada do Prefeito.

Publicidade

Assis analisou o cenário político nacional e elogiou a gestão de Euclério a frente do município. “Em 2020, quando fui candidato a prefeito, o presidente era Bolsonaro, com quem eu tinha relação muito próxima. Eu conseguiria trazer recursos para Cariacica. Mas, eu moro há 42 anos na cidade e é nítido o trabalho que o prefeito tem feito, junto com o governo do Estado. Então, não posso ser oposição só por oposição”, destacou o militar.

Euclério Sampaio e Tenente Assis

Ele ainda destacou semelhanças entre o atual prefeito e as bandeiras que ele defende: “Euclério é conservador, assim como eu. Colocou uma Bíblia como monumento, defendeu as escolas cívico-militares, também se posicionou a favor de Bolsonaro. Entendo que a continuidade do trabalho que está sendo feito é o melhor para os munícipes, por isso decidi apoiá-lo. Uma candidatura minha poderia forçar um segundo turno e a volta do PT ao município, o que eu não gostaria que acontecesse”.

A parceria também é vista como uma estratégia para atrair eleitores da direita e bolsonaristas, já que o PL, partido liderado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro, planeja lançar sua própria candidatura na cidade.

Os nomes postos para disputa no município até o momento são:

  • Euclério Sampaio (MDB)
  • Célia Tavares (PT)
  • Heliomar Costa (PV)
  • Ivan Bastos (PL)

Vale destacar que os pré-candidatos do PT e PV estão na mesma federação partidária, ou seja, um terá que abrir mão da disputa.

O Fator Brasil é um portal de notícias que acredita no Jornalismo comprometido com a verdade dos fatos e com a ética, trazendo sempre os principais acontecimentos do Espírito Santo e do Brasil.

Eleições 2024

Luciano Quintino mostra força no lançamento oficial da sua pré-candidatura

Redação O Fator Brasil

Publicado

em

Evento lotou o sítio Querência e reuniu diversas lideranças da direita da região sul.

O lançamento oficial da pré-candidatura do ex-vereador e presidente da Câmara de Vargem Alta, Luciano Quintino (PL), mostrou que a direita da cidade está unida e disposta a enfrentar o atual prefeito Elieser Rabello (MDB), que já declarou que vai buscar a reeleição.

Luciano afirmou estar confiante no crescimento gradual das suas propostas para o município: “Quando fui vereador e presidente da Câmara eu consegui trazer diversos recursos para Vargem Alta, agora você imagina como prefeito o que poderemos realizar! Eu tenho bom trâmite e boas relações para formalizar parcerias importantes e estratégicas para a nossa cidade. Eu tenho trabalho nesse município e vou trabalhar ainda mais, porque cuidar das pessoas e lutar pela nossa gente é um dom que Deus me concedeu”, destacou.

Luciano também falou um pouco do engajamento de várias lideranças de direita no seu projeto: “Sou o único candidato de direita e bolsonarista de Vargem Alta. Nós conservadores e patriotas temos princípios que não abrimos mãos, como honestidade e transparência. Um dos pontos-chave do meu plano de governo é a total transparência dos gastos e dos atos públicos. O cidadão de Vargem Alta vai saber onde e como está sendo investido o seu dinheiro. Não vamos tolerar nenhum desvio e nenhum ato de corrupção, é um compromisso que assumo publicamente”, concluiu.

O deputado estadual Wellington Callegari (PL), também reafirmou seu apoio ao projeto: “Luciano Quintino é um amigo e um cidadão que ama a cidade de Vargem Alta. Ele tem meu apoio integral e conta com o exército conservador do Sul do Estado. A direita de Vargem Alta tem um digno representante das nossas bandeiras e vamos batalhar até o último minuto”, enfatizou o parlamentar.

Publicidade

O deputado Gilvan da Federal também chancelou o nome de Quintino: “Luciano Quintino tem o meu respeito e meu apoio. Ele é uma grande liderança e é o pré-candidato do presidente Bolsonaro em Vargem Alta. Vamos endireitar esse município“, complementou.

O evento de lançamento aconteceu ontem (17), no tradicional Sítio Querência, que ficou com espaço lotado. Luciano Quintino foi vereador e três vezes presidente da Câmara municipal da cidade.

Continue Lendo

Eleições 2024

PL lança Léo Camargo e Luciano Quintino no Sul do estado

Redação O Fator Brasil

Publicado

em

Na quinta-feira (16) será o lançamento da pré-candidatura de Léo Camargo em Cachoeiro. Na sexta-feira (17) será a vez de Luciano Quintino, em Vargem Alta.

A semana promete ser agitada para o PL do sul do Estado, com o lançamento oficial das pré-candidaturas de Léo Camargo para concorrer à prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim, evento que acontecerá no The Place Belas Artes, às 19h00. Na sexta-feira será a vez de Luciano Quintino, que vai disputar o executivo de Vargem Alta, o encontro ocorrerá sítio Querência, também às 19h00.

O deputado estadual Wellington Callegari, articulador das duas candidaturas, fez uma rápida leitura sobre os pré-candidatos: “Léo Camargo cresceu muito na legislatura, cobrando do poder executivo, fiscalizando de perto o atual prefeito e apresentando proposições importantes para Cachoeiro. Em Vargem Alta temos o nome de Luciano Quintino com sua experiência e seu histórico de luta. Ele conhece o município e sabe do que realmente o município precisa. Quero destacar que os dois nomes foram chancelados pelo presidente Bolsonaro e pelo senador Magno Malta. Eles são os dois únicos e verdadeiros representantes das pautas de direita, conservadoras e patriotas”, enfatizou.

O pré-candidato Léo Camargo ressaltou que está realizando todo levantamento do município de Cachoeiro: “Eu tenho propostas palpáveis para o cidadão cachoeirense. Quero inaugurar em Cachoeiro a total transparência, no qual a população vai participar da gestão da cidade e saber quanto, como e onde está sendo aplicado o dinheiro público. Os valores conservadores vão ditar todo o nosso Plano de Governo e a nossa gestão, pode ter certeza. Outra coisa, quero valorizar a nossa gente, Cachoeiro sempre foi protagonista da política capixaba e sempre exportou talentos para todo Espírito Santo e para o Brasil”.

Luciano Quintino valorizou suas propostas iniciais: “Sabemos que a nossa cidade pode muito mais. Por isso, quero focar na saúde, educação, na agricultura e no produtor rural. Eles precisam de acompanhamento e de constante apoio do poder público. Outra área importante é o turismo da nossa região, que clama por investimentos urgentes. Vargem Alta é cercada de belezas naturais e juntos vamos transformar e fomentar esse grande potencial turístico. Também estamos estudando a redução inteligente da carga tributária, oferecendo incentivos para atrair novas empresas e novos negócios. Por fim, quero implementar uma gestão moderna, um modelo transparente, eficiente e sem o inchaço da máquina pública”.

Publicidade

O senador Magno Malta e os deputados Gilvan da Federal, Wellington Callegari e Lucas Polese confirmaram presença. A expectativa é de casa cheia para os dois eventos.

Continue Lendo

Eleições 2024

Justiça manda YouTube excluir vídeo em que Lula pede voto a Boulos

Redação O Fator Brasil

Publicado

em

Por solicitação do Partido Novo, a Justiça Eleitoral ordenou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) retirasse de seus meios de comunicação online o vídeo no qual explicitamente solicita votos para o deputado federal Guilherme Boulos (PSOL-SP), pré-candidato à prefeitura de São Paulo (SP).

A ordem estabelece que a remoção deve ocorrer dentro de um prazo de 48 horas. O discurso do político ocorreu durante um evento em celebração ao Dia do Trabalhador, que teve lugar na quarta-feira (1º), no estádio de futebol do Corinthians, conhecido como Neo Química Arena.

“Ninguém derrotará esse moço aqui se vocês votarem no Boulos para prefeito de São Paulo nas próximas eleições. E eu vou fazer um apelo, cada pessoa que votou no Lula em 89, em 94, em 98, em 2006, em 2010, em 2018, em 2022, tem que votar no Boulos para prefeito de São Paulo”, afirmou Lula durante discurso.

Na sua determinação, o magistrado eleitoral Paulo Eduardo de Almeida Sorci afirmou que a permanência do vídeo online pode prejudicar a campanha eleitoral de 2024 e gerar desequilíbrio entre os concorrentes na disputa municipal.

“Em razão do referido vídeo constar da página oficial do presidente da República no YouTube, e ser ele figura de expressiva importância nacional, com potencial de influenciar seguidores e não seguidores, já que conta com 1.390.000 inscritos, tendo o referido vídeo mais de 63.000 visualizações em cerca de 20 horas, não restam dúvidas quanto à presença do ‘periculum in mora’, pois a permanência do vídeo na rede pode macular a paridade entre os possíveis candidatos ao pleito vindouro, especialmente porque, além da extemporaneidade do ato de campanha, se trata de um ‘cabo eleitoral’ de considerável relevância”, diz trecho da decisão.

Publicidade

O YouTube recebeu uma notificação para remover o vídeo no qual Lula viola a lei eleitoral. Além disso, o Ministério Público Eleitoral se envolverá na ação, devendo apresentar sua análise ao juiz dentro de um dia.

Após o evento e a declaração do líder político, diversas personalidades políticas, incluindo Kim Kataguiri (União), Marina Helena (Novo), bem como o PSDB, o MDB e o PP, expressaram apoio à ideia de processar o presidente por propaganda irregular em favor do pré-candidato de esquerda.

Continue Lendo
Publicidade
Publicidade

Política

Publicidade

Tendência