Conecte-se Conosco

Espírito Santo

74 profissionais da segurança pública que participaram da prisão de Marujo são homenageados na ALES

Redação O Fator Brasil

Publicado

em

Por decisão da Mesa Diretora os deputados da Assembleia Legislativa (Ales) prestaram, na sessão ordinária desta segunda-feira (18), homenagem a 74 profissionais da segurança pública envolvidos na Operação Sicário Xeque-Mate que prendeu, no dia 8 de março, Fernando Morais Pereira, o Marujo. Até então chefe do Primeiro Comando de Vitória (PCV), Marujo era tido como o criminoso mais procurado do Espírito Santo, devido à liderança que desempenhava no tráfico de drogas e armas.

O presidente da Casa, Marcelo Santos (Podemos), que interrompeu a sessão ordinária para realizar a entrega de certificados, afirmou não se tratar apenas de uma homenagem exclusivamente motivada pela prisão de Marujo, mas pelo trabalho que os policiais vêm desenvolvendo ao longo dos anos. “Muitos de vocês, inclusive, já trabalharam com o delegado Danilo Bahiense, Capitão Assumção e Coronel Weliton, hoje deputados nesta Casa. Então o trabalho prestado ao povo capixaba é muito extenso”, destacou.

Marcelo fez menção especial à liderança do secretário de Estado de Segurança Pública, Eugênio Ricas, e do delegado-chefe da Polícia Civil, Darcy Arruda, ao cumprimentar os policiais envolvidos na operação contra o traficante. “Sabemos das dificuldades que vocês enfrentam para combater o crime e, neste sentido, estamos atentos para continuar colaborando da melhor forma possível para mais investimentos em equipamentos, inteligência e melhores condições de trabalho das forças policiais”, assegurou.

As palavras de Marcelo Santos foram reforçadas pelo presidente da Comissão de Segurança, Delegado Danilo Bahiense (PL), ao enfatizar o sucesso da operação que alcançou Marujo como a prova da eficiência do trabalho das forças policiais unidas, apesar dos poucos recursos. Ele acrescentou que os resultados serão melhores ainda quando houver mais efetivo, equipamentos e melhores salários, haja vista os policiais capixabas terem remuneração “mais baixa do que a verificada em muitos estados”.

Os deputados Engenheiro José Esmeraldo (PDT) e Coronel Weliton (PRD) também parabenizaram os policiais pelos serviços prestados à sociedade e defenderam mais investimentos na área. Na semana passada a Comissão de Justiça também realizou homenagem aos profissionais envolvidos na operação que resultou na prisão de Marujo.

Publicidade

Eugênio Ricas agradeceu ao Parlamento estadual pelas homenagens prestadas e disse que o mérito da operação pertence de fato aos policiais civis, que desenvolveram um serviço de inteligência eficiente com apoio da Polícia Penal. “Conseguiram localizar Marujo com uma precisão cirúrgica, prenderam-no sem dar um único tiro, apesar de que ele estava bem armado, com fuzil 556 e muita munição pesada”, relatou.

O secretário destacou também o apoio da Polícia Militar pelo monitoramento realizado nos dias seguintes ao da prisão, impedindo a ocorrência de atos vandalismo. “Esta prisão foi tão importante que desde que Marujo foi pego não registramos ainda nenhum homicídio em Vitória”, comemorou Ricas, citando a detenção do traficante como símbolo da eficiência da integração das polícias e das secretarias estaduais prevista no programa Estado Presente, implantado em 2011 em mandato anterior do governador Renato Casagrande.

Segundo Eugênio, desde o Estado Presente o Espírito Santo tem registrado reduções consistentes no número de homicídios, sendo que em 2023 houve o menor índice da série histórica (não citou dados comparativos).

Darcy Arruda anunciou que após a prisão de Marujo uma nova missão foi passada pelo secretário de Segurança no sentido de recuperar ativos mediante investigação de lavagem de dinheiro praticada por criminosos no estado. “Nossa tarefa agora é descapitalizar o crime”, avisou.

Ele disse que graças a lei estadual aprovada pela Ales o “produto interno bruto” que for arrecadado mediante o combate à criminalidade será revertido para investimentos na própria polícia. “Acreditamos que num prazo de cinco anos a Polícia Civil não precisará mais de investimentos do estado, pois seremos independentes financeiramente graças à recuperação de ativos decorrente da descapitalização das organizações criminosas”, explicou.

Publicidade

Arruda destacou ainda os avanços da Polícia Civil capixaba na área da inteligência e ressaltou o impulso a partir da implantação de um centro de análises telemáticas com investimentos de R$ 40 milhões liberados pelo Poder Executivo.  “Esse centro permite à Polícia Civil produzir conhecimentos, o que torna nossa corporação uma das mais avançadas do país em investigação orientada por inteligência”, disse.

O mais novo centro a ser implantado na Civil, segundo Arruda, será o de Operações, graças à aquisição de uma ferramenta chamada de guardião. O delegado afirmou que, atualmente, além do telemático, estão em funcionamento na Polícia Civil os seguintes laboratórios: cibernético, lavagem de dinheiro e recuperação de ativos e análise criminal.

Homenageados

1 – Eugênio Coutinho Ricas (Secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social);
2 – Rafael Rodrigo Pacheco Salaroli (Secretário de Estado da Justiça);
3 – Delegado José Darcy Santos Arruda;
4 – Delegado Romualdo Gianordoli Neto;
5 – Delegado Alan Moreno de Andrade;
6 – Delegado Gabriel Duarte Monteiro;
7 – Delegado Ricardo de Almeida Soares;
8 –  Delegado Rodrigo Augusto Sandi Mori;
9 –  José Franco Morais Junior (Diretor-geral da Polícia Penal do Espírito Santo);
10 – Gladson Rossi da Costa* (Diretor de Operações Táticas/DOT).

Centro de Inteligência e Análise Telemática (CIAT)

Publicidade

1 – Amanda Moreira Pacheco
2 – Elaine Xavier Teixeira Nascimento
3 – Giancarlo Merces Rizzi
4 – Graziela Modenesi
5 – Felipe Sarmento Rosemberg
6 – Karenn Loriato Zambon
7 – Barreto Mendonça
8 – Hatus Dos Santos Luciano
9 – Janyele Silva do Vale
10 – Rafael Soares Figueiredo
11 – Tatiana Guerra Gonçalves Merisio
12 – Vitória Gomes Bremmenkamp

Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE)

1 – Alison Penha Antolini
2 – Antonio Iteolandio Marinho
3 – Clésio do Nascimento Júnior
4 – Felipe Seidel Albuquerque
5 – Jorge Lucio Virgilino
6 – Jose Leandro Barbosa Silva
7 – Julio Cesar Pereira
8 – Marck Lethieri Schuckert
9 – Rafael Tardin Portela
10 – Roberto Alves Silveira Martins
11 – Silvio Jose Teles Mussumeci Junior
12 – Victor Fassarela Monnerat
13 – Walace Vial Santos
14 – Wellington dos Santos

Departamento Especializado de Homicídios e Proteção à Pessoa (DEHPP)

1 – Anderson Ferrari
2 – Andre Cardoso da Silva
3 – Antonio Augusto Oliveira Cordeiro
4 – Ariosto Gomes Amorim
5 – Augusto Felipe Baptista Ribeiro
6 – Fabio Luiz Leite Hastenreiter
7 – Fabio Luiz Simoes Vieira
8 – Felipe Mota Pereira
9 – Flavio Ferreira da Silva
10 – Gabriel Eugenio Suzin e Silva
11 – Henrique Pessoa Reis Junior
12 – Ivando Moreira de Siqueira
13 – Kamila Olympio Del Piero
14 – Leandro Sene Montalvão
15 – Magno Barreto Mendonça
16 – Marcel Kalle Gomes Silveira
17 – Marcio Motta Carone
18 – Marcos Coelho Mattos
19 – Maurício de Souza Machado
20 – Odilon Mariz De Lima
21 – Robson Ramos Leitão
22 – Rosberg Peterson Santana Alves
23 – Sergio Luiz Teixeira Walder
24 – Welliton Coelho Mattos
25 – Zenon Fernandes Ferreira Filho

Publicidade

Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC)

1 Bruno Santos Leal e Almeida
2 Claudio Federici Guimaraes
3 Huelder Anderson Barroso
4 Jomar Santa Rita de Assis
5 José Carlos Pereira
6 Patrick Muniz Barros
7 Wederson Morandi Viana

Polícia Penal

1 Aécio Alves de Melo
2 Angelo Antônio de Oliveira Zorzal
3 Cintya Salomão Rosetti Barbosa
4 Felipe da Silva Pimentel
5 Gladson Rossi da Costa
6 José Carlos Teixeira Junior
7 José Osmar Martins de Souza Junior
8 Leonardo Zacarias Gonçalves
9 Luiz Fernando Pitanga Farias
10 Luiz Fernando Serpa de Almeida
11 Márcio Fernandes Deoclécio
12 Rafael Braga Bastos
13 Thiago Binow da Hora
14 Wilson Rodrigues da Silva
15 Werleyson de Oliveira Soares
16 Wellbert Pimentel Braga

Publicidade

Cidades

Montanha se prepara para acabar com o transbordamento de esgoto próximo à barragem Tutu Reuter

Redação O Fator Brasil

Publicado

em

Um problema que se arrasta há anos em Montanha está próximo do fim. A estação elevatória da Cesan próxima à barragem Tutu Reuter vai contar com duas novas bombas e, assim, triplicar a sua capacidade de bombeamento de esgoto para a estação de tratamento da cidade. Hoje, principalmente em períodos de chuvas, o esgoto transborda e muitas vezes cai direto na barragem.

As bombas, um investimento de 200 mil, já foram adquiridas e devem começar a funcionar até o final do próximo mês de julho, explica o prefeito de Montanha, André Sampaio.

Urbanização da barragem

As obras de urbanização da barragem Tutu Reuter já foram iniciadas – com a montagem do canteiro. Serão três etapas de intervenções. A primeira delas incluirá áreas de lazer e esporte, quiosques e restaurante. “A mesma empresa fará o projeto executivo e as intervenções, o que garante mais rapidez de execução. Os primeiros serviços já começam imediatamente”, explica o prefeito da cidade.

Só na primeira fase, o investimento é de R$ 6 milhões. A previsão é que as obras sejam entregues até o fim do ano que vem.

Publicidade
Continue Lendo

Espírito Santo

Deputado quer criar cadastro de estupradores no Espírito Santo

Redação O Fator Brasil

Publicado

em

Mais um avanço para a segurança do Espírito Santo foi protocolado na tarde desta quinta-feira, 09, na Assembleia Legislativa do Estado. O projeto de lei 267/2024, de autoria do presidente da Casa, deputado estadual Marcelo Santos, propõe a criação do cadastro de condenados por estupro e de crimes praticados com violência doméstica e familiar contra a mulher.

Os cadastros devem conter informações precisas e relevantes, como dados pessoais e fotos dos condenados, respeitando sempre a presunção de inocência até que haja uma condenação definitiva. Além disso, a identidade das vítimas deve ser preservada, evitando qualquer exposição que possa colocá-las em risco ou causar-lhes mais danos.

“Estamos dando mais um passo significativo na prevenção e combate de crimes tão sérios. O nosso Estado não pode continuar com números tão alarmantes de feminicídio e violência, precisamos de medidas que realmente contribuam com essa prevenção”, destacou o deputado Marcelo Santos.

Marcelo também é autor da lei 11.012/2019 que criou o Cadastro Estadual de Pedófilos, colocando o Espírito Santo na vanguarda nacional na proteção de crianças e adolescentes. O Estado é um dos primeiros do país a contar com esse sistema, junto com Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, São Paulo e Rio Grande do Sul.

O projeto de lei 267/2024 acompanha uma decisão aprovada recentemente pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que validou por unanimidade a criação do Cadastro Estadual de Pedófilos e a divulgação na internet de uma lista de pessoas condenadas por crime de violência contra a mulher. A iniciativa do STF, que foi embasada na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 6620, reconhece que os estados têm competência para criar cadastros públicos de pessoas condenadas por crimes sexuais e de violência doméstica, desde que por meio de lei. Tal medida busca garantir maior controle e monitoramento sobre indivíduos que representam ameaça à sociedade, especialmente às mulheres.

Publicidade

Dados do Fórum Nacional de Segurança Pública, divulgados em novembro de 2023, revelam que a cada 8 minutos, uma menina ou mulher foi vítima de estupro no primeiro semestre do ano anterior. No período de janeiro a junho, foram registrados 34 mil casos de estupro e estupro de vulneráveis, representando um aumento de 14,9% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Especificamente no Espírito Santo, a situação não é menos preocupante. Somos o quinto estado do país com a maior proporção de mulheres vítimas de violência psicológica, física ou sexual pelo parceiro íntimo. Segundo a pesquisa ‘Estatísticas de Gênero – Indicadores Sociais das Mulheres no Brasil’, divulgada pelo IBGE, 7,2% das mulheres capixabas com 18 anos ou mais foram vítimas desse tipo de violência.

“Nossa responsabilidade com a segurança dos capixabas é inegociável. Este cadastro não é apenas uma medida de prevenção. mas um ato de justiça para as vítimas e suas famílias. É também mais um sinal de que estamos do lado daqueles que mais precisam de proteção e amparo em nossa sociedade”, ressalta o presidente da Casa de Leis.

O projeto de lei 267/2024 seguirá para análise e votação dos demais deputados.

 

Publicidade
Continue Lendo

Espírito Santo

Espírito Santo receberá 50 novos ônibus elétricos

Redação O Fator Brasil

Publicado

em

O Sistema Transcol irá receber 50 novos ônibus elétricos, equipamentos importantes para a modernização e sustentabilidade do transporte público. O anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira (08), durante a apresentação dos resultados do PAC Seleções Cidades do Governo Federal.

Além dos veículos, o Estado também receberá os equipamentos necessários para viabilizar a operação destes automóveis, viabilizando a estruturação de estações de recarga. O Espírito Santo irá receber R$150 milhões para a aquisição desses veículos, que fazem parte do processo de renovação da frota do sistema de transporte público.

O secretário de Estado de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno, ressaltou a importância deste investimento para o Sistema Transcol. “Nós já temos quatro ônibus elétricos em operação na Região Metropolitana da Grande Vitória e consideramos a experiência muito positiva, do ponto operacional e também pelo aspecto socioambiental. Nós pleiteamos junto ao Governo Federal recursos para a aquisição de novos ônibus elétricos, buscando justamente a modernização e a sustentabilidade ambiental”, salientou Fábio Damasceno.

“Além disso, estamos orgulhosos de anunciar que o Sistema Transcol está programado para receber mais 150 novos ônibus com ar condicionado ainda este ano, tornando-se a maior frota refrigerada do País”, completou o secretário.

Desde 2019, o Sistema Transcol tem passado por um processo contínuo de melhorias, incluindo o aumento, a melhoria e a renovação da frota, bem como a inclusão de novas rotas e a implementação da integração temporal. Além disso, foram implantados o Cartão GV e o uso de tecnologias avançadas para o monitoramento e o planejamento das viagens, visando a proporcionar uma experiência de transporte público mais eficiente para os usuários.

Publicidade
Continue Lendo
Publicidade
Publicidade

Política

Publicidade

Tendência