Conecte-se Conosco

Vaticano diz que transgêneros podem ser batizados e apadrinhar

Redação O Fator Brasil

Publicado

em

Abertura foi dada por Papa em resposta a bispo brasileiro

O Vaticano considerou que uma pessoa transgênero pode ser batizada “como o resto dos fiéis”, apadrinhar pessoas em batismos e em casamentos na Igreja Católica, mas com condições.

A nova abertura, divulgada na última quarta-feira (8), foi assinada pelo papa Francisco em resposta canônica a uma série de dúvidas sobre o tema apresentada pelo bispo brasileiro de Santo Amaro, José Negri, que enviou seis questionamentos ao Vaticano em julho passado.

As perguntas eram relacionadas às pessoas LGBTQIA+ e sua possível participação nos sacramentos do batismo e matrimônio e constam no documento publicado no dia 31 de outubro pela Congregação para a Doutrina da Fé, com assinaturas de seu prefeito, o cardeal argentino Víctor Manuel Fernández, e do Pontífice.

Segundo o texto, um transexual, que também tenha sido submetido a tratamento hormonal e cirurgia de redesignação sexual, pode receber o batismo, nas mesmas condições dos demais fiéis, se não houver situações em que haja risco de gerar escândalo público ou desorientação nos fiéis. A decisão, porém, fica a critério dos padres, que devem ter prudência.

Publicidade

Além disso, a Santa Sé informa que uma pessoa em uma relação com uma outra do mesmo sexo pode ser testemunha de casamento porque não há nada que proíba isso na legislação canônica, mas desde que levem “uma vida em conformidade com a fé”.

Em resposta a pergunta sobre se “um casal homossexual que adotou uma criança ou teve filho por meio de barriga de aluguel pode batizar o filho em uma cerimônia católica”, o Dicastério da Fé afirmou que “para que a criança seja batizada deve haver uma esperança bem fundamentada de que ela será educada na religião católica”.

Francisco, de 86 anos, tem dado sinais de abertura para a comunidade LGBTQIA+ e, inclusive, já disse que transexuais também são “filhas de Deus” e enfatizou que a Igreja Católica está aberta a todos.

Recentemente, Jorge Bergoglio chegou a abrir para bênção a casas homoafetivos em resposta a conservadores, apesar de reforçar que o casamento é a união “entre um homem e uma mulher”.

Publicidade
Continue Lendo
Publicidade
Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Procissão de Nossa Senhora dos Navegantes reúne centenas de fiéis em Marataízes

Redação O Fator Brasil

Publicado

em

A imagem da santa foi conduzida em um barco, acompanhada por fiéis em outras embarcações menores

Devoção, tradição e fé marcaram a Festa de Nossa Senhora dos Navegantes, que chegou à sua 135ª edição, envolvendo devotos de Itapemirim, e de Marataízes, de onde foi feita, pelas águas do rio Itapemirim, a tão aguardada travessia fluvial. A imagem da santa foi conduzida em um barco, acompanhada por fiéis em outras embarcações menores.

Nesta sexta-feira (02), dia da padroeira, é feriado municipal e logo pela manhã, às 05h, uma alvorada festiva marcou um cortejo pelas principais ruas da Barra do Itapemirim. Às 09h ao lado da centenária Igreja de Nossa Senhora dos Navegantes, dezenas de devotos participaram da Missa Solene presidida pelo padre Josimar Azevedo Pirovani, pároco da Paróquia Santíssima Trindade que, na ocasião, celebrou a Primeira Eucaristia de 5 crianças. O ato religioso ocorre quando as crianças católicas recebem o Corpo e o Sangue de Cristo (sob a forma de pão e vinho) pela primeira vez.

“Só quem é católico e morador de Marataízes sabe a emoção que é celebrar esse sacramento tão importante (Primeira Eucaristia) nesta data que homenageia nossos pescadores que passam dias em alto mar para trazer sustendo às famílias, que Nossa Senhora dos Navegantes derramam suas bênçãos sobre essas crianças e nas embarcações de cada um desses pescadores que saem da nossa cidade todos os dias”, enfatizou a Rosilene Albanez Salgado, devota de Nossa Senhora.

Do dia 24 de janeiro a 01 de fevereiro, a comemoração contou com Missas, Celebrações da Palavra, show da banda Marajah, Noite Mariana com a Renovação Carismática Católica (RCC), novena e a tradicional procissão terrestre.

Publicidade

“Temos abacaxi, belas praias, falésias e um povo de fé. Há 135 anos a devoção a mãe dos navegantes é também uma das belezas que temos e ao longo dos anos alimentou muitos homens e mulheres, curou muitas feridas, fortaleceu muitos corações cansados”, destacou o padre Josimar.

Ele continuou: “Quantas pessoas foram e são restauradas? Muitos homens e mulheres reorientam as suas vidas a partir da devoção a Senhora dos Navegantes. Sendo assim, queremos continuar celebrando com muito zelo e fé essa festa que faz parte da nossa história e cultura”.

Continue Lendo

Diáconos permanentes e suas esposas participam de formação em Cachoeiro

Redação O Fator Brasil

Publicado

em

Diáconos permanentes e suas esposas participaram no último domingo, 10 de setembro, de um encontro de formação na Diocese de Cachoeiro de Itapemirim. A reunião serviu reflexões para fortalecer o papel e a missão dos diáconos e das famílias nas comunidades católicas. O encontro aconteceu na Paróquia Nossa Senhora da Penha, localizada no bairro Doutor Luiz Tinoco da Fonseca (BNH).

Iniciado com um momento de oração e partilha, Pe. Juliano Ribeiro Almeida, assessor da formação, deu prosseguimento aos trabalhos com a explicação sobre o tema: Eclesiologia e Teologia Pastoral.

Em um primeiro momento, o assessor falou sobre as características ou atributos da Igreja Católica: Uma, Santa, Católica e Apostólica. Em seguida, falou da importância do colegiado, do magistério da Igreja.

Em um segundo momento, teve como foco o Mistério da Igreja, visível e Invisível. Material e Espiritual.

E no terceiro e último momento, foi refletido sobre Teologia Pastoral tendo como eixo a Escuta da fé (hermenêutica), Explicação da Fé (especulação) e Aplicação da fé (prática).

Publicidade

Outra reflexão importantíssima não só para os Diáconos e esposas, mas também para o povo de Deus, foram os dez mandamentos para interpretação da Bíblia:

1 – Disposição sincera e orante para a escuta da Palavra

2 – Situar o texto no contexto histórico

3 – Buscar o sentido textual  (o que quis dizer o texto?)

4 – Buscar o sentido atual (hoje)

Publicidade

5 – Ler a escritura ….

6 – Por-se a linha da grande tradição da Igreja

7 – Considerar o texto dentro do conjunto do cânon da Escritura – (não pode ser isolado)

8 – Cristo como chave de toda Escritura

9 – Seguir as indicações do Magistério da Igreja

Publicidade

10 – Finalizar a leitura no Amor.

Na Diocese de Cachoeiro de Itapemirim atuam 79 diáconos permanentes. De acordo com o sacerdote, cerca de 70% dos diáconos permanentes e as esposas puderam participar do encontro. Ele reforçou a importância deste momento para a atuação do casal nas paróquias.

“Foi um encontro de grande importância para nosso corpo Diaconal, do qual provoca em nós, um servir mais autêntico com um olhar na escolha preferencial de nossa Igreja: os pobres.”  Comentou o Diácono José Adilson.

Continue Lendo
Publicidade
Desenvolvido por Investing.com
Publicidade

Política

Tendência