Conecte-se Conosco

Tecnologia

Fogo cruzado: aplicativo mapeia tiroteios no Rio de forma colaborativa | PComBr | Ano 03 #61

Avatar

Publicado

em

fogo-cruzado:-aplicativo-mapeia-tiroteios-no-rio-de-forma-colaborativa-|-pcombr-|-ano-03-#61

Criado em 11/07/16 18h49 e atualizado em 11/07/16 21h23
Por Rádios EBC Edição:Portal EBC

Nos últimos anos, os aplicativos se tornaram parte de nossas vidas, nos ajudando no dia a dia em vários aspectos. Além de nos auxiliarem a fazer compras ou contratar serviços, a tecnologia tem sido forte aliada da cidadania em projetos como o Fogo Cruzado. Esse app lançado na semana passada no Rio é uma arma na luta contra uma triste realidade da sociedade: os tiroteios e balas perdidas. Com a colaboração dos usuários, o programa quer construir um mapa dos confrontos na cidade. O Ponto Com desta segunda conversou com Cecília Oliveira, gestora de dados da Anistia Internacional Brasil, que está por trás da iniciativa.

Além da luta contra a violência, o programa também falou do Posto Fiel, um app que ajuda os consumidores a encontrar postos de combustível confiáveis. E ainda teve um papo com Manoel Galdino, diretor executivo do Transparência Brasil, que ganhou o prêmio Desafio Social Google 2016 com uma iniciativa que permite que cidadãos monitorem a construção de escolas em suas comunidades. 

7’44” Rafael Hatanaka, do Centro de Monitoramento e Pesquisa da Qualidade de Combustíveis da Unesp, explica o funcionamento do app que aponta os melhores postos das redondezas

Diferente de outros apps alimentados por usuários, o Posto Fiel funciona a partir de análises feitas pelo laboratório da Unesp. “Para um posto aparecer no aplicativo, ele precisa participar do programa de monitoramento de qualidade, e a partir daí a gente faz a coleta semanal e traz as amostrar para as análises químicas”, conta Hatanaka. Se estiver tudo OK, o posto vai para o app. Por ora, o programa está disponível apenas nas cidades de Araraquara e São Carlos, em São Paulo.

22’57” Manoel Galdino, diretor executivo do Transparência Brasil, fala sobre o projeto Cadê Minha Escola?

O aplicativo do Transparência Brasil venceu o prêmio Desafio Social Google 2016 pela votação popular e tem como objetivo monitorar a construção de escolas pelo país. “Nosso objetivo é permitir que o cidadão tire fotos das escolas, vá lá fiscalizar, tenha informação do andamento da obra, para que ele possa cobrar a prefeitura e os órgãos públicos, e assim a gente possa ter uma educação melhor”, explica.

Publicidade

35’02” Cecília Oliveira, gestora de dados do Fogo Cruzado, conta como funciona o aplicativo

O objetivo do aplicativo não é fornecer um mapa dos confrontos em tempo real, e sim apresentar um panorama dos tiroteios no Rio, com a colaboração dos usuários. “A gente recebido uma participação bem maior do que esperávamos; foram 15 mil download em seis dias”, conta. O app ainda está em fase de testes. Nos três primeiros dias, foram 258 notificações de tiroteios ou bala perdida recebidas, mas 28% foram descartadas por serem informações repetidas ou de outros estados.  

Músicas do programa

2’53” Matheus Brant – Assume que Gosta – Assume que Gosta

19’37” André Prando – Sol do Meu Violão – Vão

30’22” Lineker – Verão – Verão

44’49” Fábio Góes – Perto – Zonzo

49’37” Aloizio – Perfeição – Esquina do Mundo

Publicidade

Ouça o programa na íntegra

O Ponto Com Ponto Br é um programa produzido em parceria pelo Portal EBC e as Rádios EBC. É exibido todas as segundas-feiras, às 17h, nas rádios Nacional de Brasília, Nacional FM e MEC AM do Rio de Janeiro. Confira as edições anteriores do Ponto com Ponto Br no Portal EBC e no site da Nacional AM Brasília

SAIBA MAIS:

Creative Commons – CC BY 3.0

Publicidade

H. Eduardo Pessoa é Jornalista com DRT e Desenvolvedor Front-End de diversos Portais de Notícias como este, destinados à Empreendedores, Jornalistas e Pequenas e Médias Empresas. Experiência de mais de 12 mil notícias publicadas e nota máxima de satisfação no Google e Facebook, com mais de 100 avaliações de clientes. Faça seu Portal conosco.

Tecnologia

Programa celebra o Dia Internacional do Orgulho LGBT | PComBr | Ano 03 #59

Redação O Fator Brasil

Publicado

em

programa-celebra-o-dia-internacional-do-orgulho-lgbt-|-pcombr-|-ano-03-#59

Criado em 29/06/16 17h36 e atualizado em 29/06/16 21h32
Por Rádios EBC

No dia que antecedeu o Dia Internacional do Orgulho LGBT, o Ponto Com foi dedicado ao universo dos transsexuais, lésbicas, bissexuais e gays. Teve papo bem-humorado com Guilherme Terreri, ou Rita von Hunty, criadora do canal de culinária Tempero Drag. Mas também teve uma conversa séria com Juliana Cunha, coordenadora da Safernet, sobre como denunciar homofobia na rede. Nelson Sheep, do canal Põe na Roda, falou sobre a campanha Proud to Be, que reuniu vários canais LGBT do Youtube. Para terminar, Danilo Bardusco, diretor executivo da Geekie, explicpou como fazer o simulado do Enem elaborado pelo MEC. Confira tudo no podcast com a íntegra do programa.

7′ Guilhereme Terreri (ou Rita von Hunty) fala sobre o canal Tempero Drag

O canal foi criado há cerca de um ano e já tem 15 mil inscritos, mas o personagem drag Rita von Hunty já existe há três. “A ideia da criação foi meio espontânea. Sempre gostei muito de culinária”, conta. O programa dá receitas, faz humor mas também trata de coisas sérias voltadas ao universo das drag queens.

19’30” Nelson Sheep, do canal Põe na Roda, conta sobre a participação na campanha Proud to Be, do Youtube

A ideia da ação no Youtube surgiu após os ataques à boate de Orlando e reuniu diversos canais LGBT pelo mundo. “Foi muito surpreendente pra gente porque tomou uma proporção gigantesca no mundo, e tivemos muito prazer de participar e representar nossa comunidade”, comenta. Sheep ainda falou sobre a criação do canal, há dois anos.

33’48”  Juliana Cunha, coordenadora da Safernet, orienta como fazer denúncias de homofobia na internet

Segundo Juliana, os conteúdos de ódio contra minorias têm crescido e se tornado mais visíveis na rede. Em dez anos, a Safernet já recebeu mais de 130 mil denúncias envolvendo conteúdos homofóbicos online. “É importante sensibilizar o internauta que qualquer conteúdo que viole o direito de ser quem você é é uma violação de um direito humano e deve ser denunciada”, afirma. As denúncias podem ser feitas no site da Safernet.

Publicidade

45’24” Danilo Bardusco, diretor executivo da Geekie, explica como usar o simulado do MEC para o Enem

“É uma ferramenta muito importante para ajudar o aluno a entender o procedimento e o formato da prova, saber quanto tempo precisa se dedicar”, analisa. Veja mais detalhes sobre o simulado no podcast do programa ou no site da prova de preparação.

Músicas do programa

2’43” Rico Dalasam – Deise – Modo Diverso

15’08” As Bahias e a Cozinha Mineira – Ó Lua – Mulher

27’58” Johnny Hooker – Amor Marginal – Eu vou fazer uma macumba pra te amarra, maldito!

41’21” Liniker – Caeu – Cru

52’22” Tulipa Ruiz – Só Sei Dançar com Você – Efêmera

Publicidade

Ouça o programa na íntegra:

O Ponto Com Ponto Br é um programa produzido em parceria pelo Portal EBC e as Rádios EBC. É exibido todas as segundas-feiras, às 17h, nas rádios Nacional de Brasília, Nacional FM e MEC AM do Rio de Janeiro. Confira as edições anteriores do Ponto com Ponto Br no Portal EBC e no site da Nacional AM Brasília

Creative Commons – CC BY 3.0

Publicidade
Continue Lendo

Tecnologia

Maior superlua em quase 70 anos pode ser observada nesta segunda-feira

Avatar

Publicado

em

maior-superlua-em-quase-70-anos-pode-ser-observada-nesta-segunda-feira

Criado em 13/11/16 11h12 e atualizado em 13/11/16 11h18
Por Líria Jade Fonte:Portal EBC

Nesta segunda (14), será possível observar a maior Superlua em quase 70 anos. Neste dia, a Lua se encontrará a 48,2 mil quilômetros mais próxima da Terra do que quando esteve recentemente no seu apogeu – que é o ponto mais distante da órbita. O satélite não chegava tão perto assim desde 1948 e não voltará a fazê-lo até 2034.

A superlua, contudo, não será no momento do perigeu, que ocorrerá às 9h21 (horário de Brasília). O fenômeno por definição ocorre no momento da lua cheia, que será às 11h54 – nesta hora, o satélite estará a 363.338 km da Terra.

Com exceção do eclipse da Superlua de 2015, não houve nem haverá por muito tempo uma Lua Cheia tão especial, mesmo que curiosamente tenhamos tido três Superluas consecutivas em três meses, a anterior ocorreu em 16 de outubro e a última será no dia 14 de dezembro.

Como isso acontece?

Como em qualquer outra Lua Cheia, o corpo celeste parece maior e mais brilhante quando aparece no horizonte. E o mesmo ocorre com as Superluas. Ainda que elas apareçam 14% maiores e 30% mais luminosas que as luas cheias comuns, são mais surpreendentes quando estão na linha do horizonte e não altas, no céu.

Publicidade

Isso acontece porque a órbita da lua não é um círculo perfeito, então em alguns pontos de sua órbita ela parece estar mais próxima do planeta Terra. “Quando a lua está em seu ponto mais distante isso é conhecido como apogeu e quando está mais perto é chamado de perigeu”, explica o cientista da Nasa Noah Petro.

No perigeu, a lua está cerca de 48 mil quilômetros mais perto da Terra do que no apogeu. Essa proximidade faz com que a lua pareça 14% maior e 30% mais brilhante do que uma lua cheia do apogeu. Por isso, a lua cheia do perigeu ficou conhecida como Superlua.

* Com informações da Nasa

Creative Commons – CC BY 3.0

Publicidade
Continue Lendo

Tecnologia

Artistas sírios denunciam horrores da guerra com imagens de pokémons

Avatar

Publicado

em

artistas-sirios-denunciam-horrores-da-guerra-com-imagens-de-pokemons

Criado em 22/07/16 17h19 e atualizado em 22/07/16 17h22
Por RFI Fonte:RFI

Para sensibilizar o mundo dos horrores da guerra, artistas sírios têm reinterpretado as imagens do conflito com pokémons chorando entre ruínas ou ao lado de extremistas, inspirados no jogo Pokémon Go, que se tornou uma febre mundial.

Esse é o caso das fotos que mostram crianças sírias com um cartaz com uma das criaturas imaginárias e uma mensagem pedindo ajuda para que as salvem da guerra. O conflito, que dura mais de cinco anos, já deixou mais de 280 mil mortos e causou o êxodo de mais de metade da população.

“Eu sou de Kafranbel, salvem-me”, diz um dos cartazes com o Pikachu, o famoso pokémon amarelo. Essa cidade, localizada em Idleb (noroeste), província nas mãos da facção síria da Al-Qaeda e de seus aliados rebeldes, tem sido alvo frequente de bombardeios do regime sírio e de seu aliado russo.

Urso de pelúcia

Já o jovem webdesigner sírio Saif Aldeen Tahhan, que reside na Dinamarca, criou imagens nas quais, em vez de personagens como Pikachu, um urso de pelúcia aparece perto de um corpo sem vida, um livro em uma sala de aula destruída por bombas ou um salva-vidas flutuando perto de um barco inflável cheio de refugiados.

Publicidade

“Espero que a mensagem alcance o mundo inteiro, e os sírios possam encontrar segurança”, escreveu em sua página no Facebook.

Nesta sexta-feira (22), o artista e fotógrafo sírio Khaled Akil publicou em seu blog fotografias modificadas, na qual o pokémon Charizard aparece sobre um taque dos extremistas do Estado Islâmico (EI) e um Pikachu, triste, perto de um carro queimado.

Creative Commons – CC BY 3.0

Publicidade
Continue Lendo
Publicidade
Desenvolvido por Investing.com
Publicidade

Política

Tendência